Estudante de veterinária é presa em flagrante por venda de animais silvestres no Rio de Janeiro

SINAIS DE MAUS-TRATOS

25 de janeiro de 2023

1 min. de leitura

Foto: Divulgação

A Polícia Federal prendeu em flagrante uma estudante de veterinária que vendia animais silvestres no Rio de Janeiro. Ela usava documentos falsos para forjar que os animais eram legalizados e enganar os clientes.

A estudante foi presa em casa. Na residência, foram encontrados quatro macacos-pregos e duas araras-canindé. Os animais eram retirados da natureza de forma ilegal e, de acordo com os agentes, foram resgatados com sinais de maus-tratos.

Os agentes também fizeram resgataram animais na casa de um dos receptadores.

Os animais resgatados foram encaminhados ao Centro de Triagem de Animais Silvestres do Ibama (Cetas), onde vão passar por tratamento até que estejam aptos para retornar à natureza.

A estudante vai responder por falsificação de documento particular, por manter animais em cativeiro e expor à venda, e praticar maus-tratos em animais da fauna silvestre.

Fonte: G1